Notícias de Crato, Ceará.

Mais nova espécie de sapo é encontrada em Crato

Sapo recentemente descoberto em Crato já está ameaçado de extinção - Foto: Professor Pedro Nunes - UFPE

Por: Robson Roque*

A mais nova espécie de sapo encontrada no Brasil habita em Crato. Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) encontrou a nova espécie na porção cratense da Chapada do Araripe, durante uma viagem didática com estudantes de graduação. Nem bem foi descoberta, a espécie já está ameaçada de extinção devido ao mau uso da água que escorre pela chapada.

O novo sapo foi “batizado” de Proceratophrys ararype e teve o “registro de nascimento” feito em setembro. O anfíbio, de três a cinco centímetros de comprimento, tem características bem peculiares. Segundo o professor Pedro Nunes, professor do curso de Ciências Biológicas da UFPE, a espécie pertence a um grupo de sapos popularmente conhecidos como “sapos de chifres”, apesar de o tipo cratense, em especial, ter perdido o adereço.

A descoberta de espécies de sapos no Brasil, segundo o professor, apesar de não ser rara, não é tão comum. Entretanto, o achado no Cariri é particularmente interessante por dois fatores que ganharam a atenção dos pesquisadores.

“Quando fizemos o estudo genético dessa população do Cariri, descobrimos que essa população que está aí na Chapada do Araripe está mais relacionada com os parentes de sapo na Amazônia do que outros sapos do Nordeste. Isso é super interessante porque mostra que a região do Cariri, essas matas de encosta que têm na Chapada, elas já estiveram conectadas com a Amazônia no passado alguns milhares de anos atrás”, explica Pedro Nunes.

O outro aspecto diz respeito à conservação da Chapada do Araripe. A mata de encosta é bastante irrigada, diferente de outras regiões que estão ao redor. Contudo, devido ao mau uso da água no local, muitas espécies que vivem na chapada estão ameaçadas de extinção – inclusive algumas que só existem por aqui.

“Essa espécie de sapo e o Soldadinho do Araripe que é uma espécie símbolo aí da Chapada, estão extremamente ameaçadas de extinção, por conta do mau uso da água da Chapada. A região de mata da encosta da Chapada do Araripe ela é importante biologicamente. Ou seja, é uma região que merece atenção e muito cuidado e essa questão da água é relevante para se evitar, combater e controlar esse uso da água descontrolado que vem sendo feito na região, de canalização, de desvio da água para a utilização em piscinas, lazer e consumo” alerta o professor Pedro Nunes.

* O texto foi publicado por Robson Roque, autor deste blog, no Jornal do Cariri.

ATENÇÃO: Esse artigo é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. PLÁGIO É CRIME e está previsto no artigo 184 do Código Penal. - e no artigo 5º da Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Expediente

O Crato Em Foco é mantido por Robson Roque, estudante de Jornalismo (penúltimo semestre/ UFCA) e pós-graduado em Comunicação e Marketing Em Mídias Digitais. Contato: (88) 9 9714-0886

Destaque

Crato: Vila da Música abre inscrições para cursos gratuitos

A Vila da Música, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, no Crato, abre inscrições para cursos de formação com ênfase...