Notícias de Crato, Ceará.

Cratense é aprovado no vestibular mais difícil do Brasil

Foto: Colégio Objetivo - Divulgação
Texto: Rafael Pereira e Robson Roque

Dias praticamente inteiros de estudo renderam ao estudante cratense Arthur Fernandes, 19 anos, a aprovação no vestibular mais difícil do país, cuja concorrência foi de 113 pessoas para cada uma das 110 vagas.

Arthur, filho de um engenheiro civil e de uma bióloga, vai estudar no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica a partir de março. A aprovação acontece após duas tentativas sem sucesso seguidas de esperança e muito estudo.

Ele recebeu a notícia por telefone antes mesmo de ser divulgada, no site do ITA, a lista dos aprovados. O estudante confessa que ainda não consegue acreditar que passou, mas está muito feliz com a vitória. “Eu estou muito feliz. A ficha vai demorar a cair, mas a felicidade é grande”, diz.

Foram dois anos seguidos de estudos durante todo o dia, horas que eram alimentadas pelo desejo de ser um dos aprovados. E foi o que faltava para conseguir estar na lista e se tornar um dos poucos cratenses no Instituto.

Arthur diz que após entrar no curso de Engenharia Civil pretende na verdade cursar Engenharia da Computação porque, segundo ele, essa é uma escolha que o aluno que concorre pode fazer, ou seja, um segundo curso de referência para estudar.

O início das aulas está previsto para março, mas Artur vai viajar ainda no dia 22 de janeiro para conhecer o campus e se familiarizar com a turma dos veteranos. “Estou muito ansioso com esse contato com os veteranos e espero aprender nesse período de adaptação”. 

Ele vai passar 5 anos estudando em São José do Campos mas afirma que pretende voltar ao Crato, crescer na carreira e ajudar muitos que também queiram entrar no ITA. “Eu pretendo voltar para cá, ajudar a região e pessoas como eu passei”.

A professora Célia, que o acompanhou orientado no cursinho, diz está muito satisfeita com o resultado: “Muita alegria nossa e de todos os professores e coordenadores, e a alegria da escola toda desse desafio que foi muito longo”.

Em Juazeiro

Quem também teve o mesmo sucesso com o resultado no ITA foi a estudante Scarlet Gomes (19), primeira mulher carirense, e vai cursar Engenharia a partir de fevereiro. O seu tempo de estudo no IFCE (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará) campus Juazeiro do Norte rendeu uma severa e rigorosa carga horária de 14h00 de estudos diários. Ela diz que pretende alcançar patamares maiores como mestrado, doutorado e estudar no exterior. 


ATENÇÃO: Esse artigo é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. PLÁGIO É CRIME e está previsto no artigo 184 do Código Penal. - e no artigo 5º da Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Expediente

O Crato Em Foco é mantido por Robson Roque, jornalista, historiador, mestrando em Jornalismo e especialsita em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais. Contato: (88) 9 9714-0886

Destaque

Prefeito de Crato garante urbanização da Baixada Fluminense

Recursos articulados pelo vereador Amadeu de Freitas (PT) junto a deputada federal Luizianne Lins (PT), por meio de emenda parlamentar, v...