Notícias de Crato, Ceará.

Vereadores do Crato pretendem concorrer a vagas de deputado estadual ou federal

Vereadores Luis Carlos e Roberto Anastácio | Foto: Reprodução da internet e do Facebook

Na sessão desta terça-feira (4) - a primeira após as eleições de domingo - o vereador Roberto Anastácio (Bebeto) revelou que em 2018 vai deixar a Câmara para concorrer a uma das vagas de deputado na Assembleia Legislativa do Ceará. O vereador Luis Carlos Saraiva também pretende concorrer a deputado estadual ou federal.

Roberto Anastácio, do PTN, se mostrou insatisfeito com o resultado das urnas que elegeu Zé Ailton Brasil prefeito do Crato. “Perdi a crença nos eleitores em relação à compra de votos, não de todos, mas de uma boa parcela”, disse o parlamentar. “Eu perdi a crença de que o voto corrompido elege bandido”, criticou.

“Quero que o povo do Crato saiba que daqui a dois anos eu estou já pretendendo colocar meu nome à disposição do partido para lançar meu nome a deputado estadual aqui no Crato. Se o partido assim aceitar, irei lançar a minha candidatura no momento em que a lei permitir”, declarou Bebeto.

Ao finalizar sua participação no pequeno expediente o vereador foi ainda mais enfático ao afirmar que o seu posicionamento é irredutível. “Só Deus e o partido me tiram de uma futura candidatura para deputado estadual”, finalizou.

Luis Carlos Saraiva

Bebeto não será o único vereador cratense a se candidatar deputado. Luis Carlos Saraiva, do PSL, não encontrou partidos para fazer coligação durante as eleições devido ao grande número de votos que recebeu nas eleições de 2012 e que poderia tirar a vaga de outro candidato na eleição do último domingo.

Neste sentido o parlamentar já havia cogitado a possibilidade de se candidatar deputado estadual. Em entrevista, Luis Carlos revelou ter uma parceria com o empresário Rafael Branco.

“Eu tenho pretensão. Essa pretensão está em parceria com o Rafael Branco e aí se ele sair candidato a deputado estadual possivelmente eu possa lançar minha candidatura a deputado federal e vice-versa”, explicou.

O vereador, que encerra o mandato em dezembro, disse, ainda, que vai manter a parceria e aguarda, também, posicionamento do diretório estadual de seu partido, o PSL. “Temos dois anos ainda e vai depender de muita coisa e da posição do PSL”, disse.


ATENÇÃO: Esse artigo é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. PLÁGIO É CRIME e está previsto no artigo 184 do Código Penal. - Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Expediente

O Crato Em Foco é mantido por Robson Roque, estudante de Jornalismo (penúltimo semestre/ UFCA) e pós-graduado em Comunicação e Marketing Em Mídias Digitais. Contato: (88) 9 9714-0886

Destaque

Moradores reclamam de obra paralisada em Crato

Moradores do entorno da Encosta do Seminário foram surpreendidos, em abril, por uma forte chuva que derrubou parte do paredão da Encosta....