Notícias de Crato, Ceará.

Padre preso em Crato recebe mensagens de apoio e críticas em seu perfil no Facebook

Recorte de algumas mensagens | reprodução - Facebook

Padre que teve sua prisão preventiva decretada na manhã desta sexta-feira (7), suspeito de pedofilia, segue recolhido em uma das celas da Penitenciária Industrial Regional do Cariri (PIRC). Sua ordem, que lhe permite exercer o cargo, foi suspensa pela Diocese do Crato.

Ele recebeu mensagens em seu perfil no Facebook no decurso do dia. As mensagens eram de apoio, em sua maioria, enquanto outras pessoas o criticavam. Familiares também se posicionaram em favor do sacerdote.

Acompanhe o caso:


“Os seus erros não anulam o bem que você fez”, dizia uma das internautas.

Em resposta, outro internauta afirmava: “Dane-se esse "bem" que ele fez. A gente tem que trabalhar com os fatos! O fato é que ele é acusado de pedofilia e se culpado, Vai ter que pagar por isso”.

Uma terceira pessoa aproveitou a situação para orientar fiéis católicos que, por ventura, podem decidir

“Estou muito triste. Pelo padre, pelas crianças e seus familiares e pela Igreja. Estou em oração para que tudo isso se resolva dentro de serenidade firme e coerente”, dizia.

“Que a justiça apure todos os fatos com a maior e melhor lisura. Que ninguém se deixe levar pelas emoções. E que nós, católicos, saibamos lidar com toda essa situação de desconforto e tristeza”.

ATENÇÃO: Esse artigo é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. PLÁGIO É CRIME e está previsto no artigo 184 do Código Penal. - Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Expediente

O Crato Em Foco é mantido por Robson Roque, estudante de Jornalismo (penúltimo semestre/ UFCA) e pós-graduado em Comunicação e Marketing Em Mídias Digitais. Contato: (88) 9 9714-0886

Destaque

Prefeito de Crato garante urbanização da Baixada Fluminense

Recursos articulados pelo vereador Amadeu de Freitas (PT) junto a deputada federal Luizianne Lins (PT), por meio de emenda parlamentar, v...