Notícias de Crato, Ceará.

Mais da metade dos vereadores do Crato troca de partido; veja nova configuração da Câmara

“A política é dinâmica”. A frase dita pelo então governador do Ceará Luiz Gonzaga da Mota na década de 1980 está mais atual do que nunca. Ela é utilizada para justificar ações que políticos tomam, como mudar de partido, o que vem acontecendo em Crato e atingiu mais da metade da Câmara de Vereadores.

Dez dos 19 vereadores do Crato aproveitaram a janela de transferência do último sábado e deixaram os partidos com os quais foram eleitos para integrar outras agremiações.

O presidente da Câmara, Pedro Alagoano, tinha anunciado sua ida para o PDT, porém mudou de ideia e agora integra os quadros do PSD, partido presidido em Crato pelo pré-candidato a prefeito Rafael Branco.

Líder do prefeito na Câmara, o vereador Paulo de Tarso deixou o PMDB para acompanhar o gestor cratense no Partido Social Cristão, o PSC.

Os vereadores Marquinhos do Povão e Galego da Batateira deixam o PMDB e entram no PSD. Também se filiam ao PSD os vereadores Espedito Ancelmo, que deixou o PTN; e o presidente Pedro Alagoano.

Além deles, Dárcio Luiz confirmou sua saída do PSDB e ida para o PDT; Henrique Leite saiu do PV para o PSC; Celso dos Frangos trocou o PP pelo PRTB; Nágila Rolim o PSB pelo PRTB; e Fernando Brasil que também deixa o PSB e vai para o PP.

Permaneceram em seus partidos o petista Amadeu de Freitas; Roberto Anastácio no PTN, Luis Carlos e Luciano Saraiva no PSL, Jales Velloso no PSB, Thiago Esmeraldo no PP, Guer no PSDB, Guri no PV e Nando Bezerra no PTB.

Com as trocas partidárias o PSD, que perdeu a vereadora Nágila Rolim, ganha a adesão de quatro vereadores e se torna o partido com maior representação na Câmara do Crato.

Partidos que não eram representados também se fortalecem. São os casos de PSC e PRTB que agora possuem dois vereadores cada um. O PSDB que tinha dois parlamentares conta apenas com o vereador Guer lhe representando. O Partido Progressista perdeu um vereador, ganhou outro e permanece com duas cadeiras.

O PSL permanece com dois vereadores. O mesmo acontece para PT, PTN e PTB que não tiveram perda ou adesão e continuam com uma cadeira cada um.

Já o PMDB perdeu três vereadores e fica sem representação na Câmara. Por fim, o Partido Verde perdeu a única representação que tinha, quando o vereador Henrique Leite foi para o partido do Prefeito Ronaldo, o PSL.

Confira a nova configuração da Câmara de Vereadores do Crato:


  Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:
ATENÇÃO: Esse artigo é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. PLÁGIO É CRIME e está previsto no artigo 184 do Código Penal. - Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Expediente

O Crato Em Foco é mantido por Robson Roque, estudante de Jornalismo (penúltimo semestre/ UFCA) e pós-graduado em Comunicação e Marketing Em Mídias Digitais. Contato: (88) 9 9714-0886

Destaque

Moradores reclamam de obra paralisada em Crato

Moradores do entorno da Encosta do Seminário foram surpreendidos, em abril, por uma forte chuva que derrubou parte do paredão da Encosta....