Notícias de Crato, Ceará.

Contas da gestão Samuel Araripe são desaprovadas pelo TCM

Foto: Robson Roque/ Crato Em Foco
O parecer do Ministério Público de Contas dasaprovou as contas da gestão do ex-prefeito do Crato, Samuel Araripe. Ainda segundo relatório da procuradora Cláudia Patrícia Rodrigues Alves, uma das ações do ex-prefeito é passível de pena de reclusão de um a quatro anos por ser considerada criminalmente grave.

Conforme avaliação do Ministério Público de Contas a gestão de Samuel Araripe elevou o orçamento do município, ferindo, assim, a Lei de Responsabilidade Fiscal, aumentando as despesas com pessoal “nos cento e oitenta dias anteriores ao final do mandato”, como versa o artigo 21 desta lei.

Defesa
Em entrevista ao Jornal do Cariri o ex-prefeito Samuel Araripe “destacou, entre outros, que as alterações são prerrogativas das gestões municipais, prevendo receitas e fixando despesas”.

Ainda segundo o jornal, “a defesa garantiu, ainda, que a gestão do ex-prefeito Samuel Araripe foi voltada ao atendimento dos princípios norteadores da administração pública, especialmente no que diz respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal e à Constituição Federal e Estadual”.

O parecer...
... conclui que o aumento das despesas em 2012, último ano da gestão de Samuel Araripe, causa dificuldades financeiras a serem suportadas pelo gestor futuro.


  Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:
ATENÇÃO: Esse artigo é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. PLÁGIO É CRIME e está previsto no artigo 184 do Código Penal. - Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Expediente

O Crato Em Foco é mantido por Robson Roque, jornalista, historiador, mestrando em Jornalismo e especialsita em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais. Contato: (88) 9 9714-0886

Destaque

Urca consegue aprovação de novo mestrado

A Universidade Regional do Cariri (Urca), através do Departamento de Economia, teve aprovado o seu mestrado acadêmico em Economia Regiona...