Notícias de Crato, Ceará.

Refugiados em Crato, Haitianos se decepcionam com condições de trabalho

Promessa de emprego atrai refugiados haitianos para o Crato | Foto: Elizangela Santos
Haitianos se decepcionaram quando perceberam ser outra a realidade de promessas feitas em São Paulo de que teriam um bom trabalho em Crato.

Conforme informações do Diário do Nordeste, um grupo deles chegou à cidade há três meses após percorrer 3 mil km de ônibus e sentirem-se enganados.

A proposta daria refúgio para 17 trabalhadores recomeçarem suas vidas no Cariri, especialmente no município cratense. Eles deixaram a família – filhos e mulheres – no Haiti para tentar a vida no Brasil e enviam mais de metade do que recebem para casa.

A proposta inicial era de R$ 1.200, porém o que eles atualmente recebem não passa de um salário mínimo de R$ 788.

O grupo de haitianos mora em um galpão na CE 55, Bairro Batateiras e dormem em colchões amontoados no chão. A jornada de trabalho começa logo às 7h30 e prossegue até o fim às 16h30.

Leia esta história completa clicando aqui.


Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

ATENÇÃO: Esse artigo é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. PLÁGIO É CRIME e está previsto no artigo 184 do Código Penal. - Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Expediente

O Crato Em Foco é mantido por Robson Roque, estudante de Jornalismo (penúltimo semestre/ UFCA) e pós-graduado em Comunicação e Marketing Em Mídias Digitais. Contato: (88) 9 9714-0886

Destaque

Prefeito de Crato garante urbanização da Baixada Fluminense

Recursos articulados pelo vereador Amadeu de Freitas (PT) junto a deputada federal Luizianne Lins (PT), por meio de emenda parlamentar, v...